domingo, 8 de novembro de 2009

Ficar ou não ficar? Eis a questão.

É "moda", todo mundo já teve ou vai ter um 'ficante'. Mas é certo?
A ‘ficada’ tem cada vez mais espaço na vida do adolescentes assim como eu, você, seu irmão, primo, amigo.
Mesmo você nunca vendo a pessoa você a acha interessante num primeiro momento. Poucas frases são trocadas e a ficada acontece. Às vezes é algo forçado, ou quando você viu já estava beijando (ou já havia beijado) a pessoa a sua frente.
Agora estão’ ficando’, se vocês estiverem numa festa e se perderem um do outro tudo bem ele (a) beijar qualquer outra pessoa está tudo bem. Afinal vocês estavam só ‘ficando’, não há motivo pra você ficar triste até porque não existia nenhum compromisso sério entre vocês. É assim?
E se você esperava algo mais da ‘ficada’? E se não fosse a primeira vez que você visse a pessoa, nem a primeira vez que vocês ‘ficaram’? Aliás, existe um número de ‘ficadas’ pra virar um compromisso sério? E se existe, me diz qual é?
Mas a pergunta não é (são) realmente essa (s). A pergunta é: Você acha ‘ficar’ certo?
Mande sua resposta através de comentário, ou de e-mail para:
numero.zero@hotmail.com . As respostas mais construtivas serão postadas aqui, no blog.

Aguardo a resposta de vocês!
Zero.

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Acho que depende do interesse que rolou no monento entre ambos. Se tem tudo pra dar certo, acaba virando namoro, se não, fica só no "beija e sai fora". Porém, é horrível quando você fica e não tem o retorno esperado. Um assunto "potencialmente problemático".

    ResponderExcluir
  3. Eu particularmente não sou muito adepta do "ficantismo". Sei lá, é estranho. Uma pessoa que você nunca viu na vida e no minuto seguinte já tá no maior amasso. Acabou? Tchau e benção.
    Ficar é tenso. '-'
    Mas essa é a minha opinião, whatever.

    ResponderExcluir